Volume
Rádio Offline
Jornalistas ucranianas são ameaçadas de morte por denúncia de ‘exageros’ do governo sobre crimes da Rússia
01/07/2022 21:14 em uol

Jornalistas ucranianas são ameaçadas de morte por denúncia de ‘exageros’ do governo sobre crimes da Rússia

Relatos feitos pela ombudsman do governo Zelensky não foram comprovados por jornalistas independentesLondres – Enquanto ao menos oito jornalistas já morreram cobrindo a guerra na Ucrânia  e a Rússia tem sido condenada por perseguir jornalistas locais e estrangeiros, duas profissionais da mídia ucranianas receberam ameaças após noticiarem a demissão de uma funcionária do governo de Volodymyr Zelensky. 

 

Sevgil Musaieva e Sonya Lukashova são, respectivamente, editora-chefe e correspondente do site de notícias Ukrainska Pravda. No dia 27 de junho, uma matéria investigativa assinada por Sonya relacionou a saída da ouvidora federal aos supostos relatos exagerados que ela fornecia à imprensa sobre as mortes de civis no conflito.

Dias após a matéria ir ao ar, as duas receberam telefonemas e mensagens hostis nas redes sociais. Uma delas, no Facebook, dizia: “Sevgil, tenho a sensação de que sua garganta será cortada. Eu não sei quem e quando – mas corra.”

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!